Professores ensinam técnicas para se sair bem no Enem

O Enem 2020 terá suas inscrições abertas em 14 de janeiro de 2020 e se estenderá até 19 de janeiro de 2020, segundo o comunicado oficial do Ministério da Educação, essa foi a data definida para a etapa de inscrições do 1º semestre de 2020 do Programa Universidade Para Todos, essa será a única etapa de inscrições do semestre, abaixo você pode consultar o cronograma com datas das chamadas e resultados do Enem.

A expectativa é de que sejam oferecidas um total de 195.030 bolsas de estudo para estudantes em instituições de ensino privados em todo o país, serão 98.728 bolas integrais e 96.302 parciais.

O estudante que prestou o Enem 2020, já deve conferir sua nota, que deve estar acima dos 400 pontos para poder concorrer a uma vaga no Enem 2020. Sabendo do resultado da sua nota, o candidato tem dos dias 14 a 19 de janeiro de 2020 para acessar o site oficial do Enem, em Enemportal.mec.gov.br, e fazer sua inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio 2020, realizando a escolha das opções de curso e instituição, será possível escolher dois cursos em duas instituições diferentes.

Ao longo do site você pode ter a outras informações sobre o Enem e se inteirar da documentação necessária para a inscrição e dos critérios necessários para ter direito a bolsa integral ou bolsa parcial. Devido ao grande número de acessos é possível que o site da redação Enem 2020 fique lento ou até mesmo fora do ar durante algum período, porém o candidato deve continuar tentando até que sua inscrição seja efetivamente confirmada.

Afinal se perder esse prazo, o candidato só poderá concorrer novamente no próximo semestre. Confirmada a inscrição no Enem, é preciso aguardar a divulgação da lista de chamada dos candidatos pré-selecionados.

A primeira chamada para os candidatos pré-selecionados será divulgada em 22 de janeiro de 2020, o candidato que estiver nessa lista tem até do dia 1º de fevereiro de 2020 para comparecer à instituição de ensino e apresentar a documentação exigida para comprovação dos dados e efetivação da matrícula. A segunda chamada será divulgada em 7 de fevereiro, sendo que o estudante tem até o dia 15 de fevereiro para comparecer à instituição com os documentos necessários.

Consulte aqui o cronograma do 1˚ semestre do Enem 2020. O candidato que não for selecionado em nenhuma das duas etapas terá entre os dias 22 a 24 de fevereiro para manifestar interesse em entrar para a lista de espera, essa lista de espera é usada pelas instituições para ocupar bolsas que eventualmente não foram ocupadas. O resultado da primeira lista sai em 27 de fevereiro, o candidato tem de 28 de fevereiro a 2 de março para manifestar interesse, o segundo resultado, sai em 9 de março, e os escolhidos têm entre 12 a 15 de março para manifestar interesse. O MEC também divulgou o quantitativo de bolsas de estudos do Enem por unidade da Federação.

Como decidir qual concurso vai prestar?

Se é a primeira vez que você estuda para o Educa Mais Brasil, uma boa dica é buscar cursos (presenciais, tele presenciais ou até mesmo virtuais). Estudar sozinho na primeira vez pode confundir os candidatos, pois as disciplinas, muitas vezes, se intercalam: Direito Constitucional se relaciona em alguns aspectos com Direito Administrativo, e assim por diante. Neste caso, os professores saberão apontar as relações entre as disciplinas e dessa maneira fica mais fácil estudar e aprender.

Geralmente os calouros não sabem como estudar para Educa Mais Brasil; não sabem nem por onde começar. Os professores vão fazer a introdução necessária, explicando, inclusive, termos jurídicos que nem todo mundo sabe. Por exemplo, para estudar Leis você deverá saber a diferença, no mínimo entre os termos: Capítulo, Caput, Artigo, Inciso e Alínea. Só assim você vai conseguir entender o que está sendo falado.

Comece a estudar com base no último edital. Esperar o edital sair não é boa ideia porque são somente uns 60 dias do edital até a prova. Não dá tempo de estudar quase nada nesse prazo. Os professores geralmente indicam que, na publicação do edital você já tenha estudado todo o conteúdo. O tempo pós edital será utilizado somente para revisões, ou para estudar disciplinas que não estavam inclusas no edital anterior.

Monte o seu cronograma de estudos com base no peso e dificuldade das disciplinas. Por exemplo, você deve distribuir mais horas de estudo para as disciplinas com peso 2 do que para as que tiverem peso 1. Considere também o seu conhecimento prévio no assunto. Se você nunca estudou Direito Administrativo ou Direito Constitucional, vai precisar de mais tempo para começar do zero.

A maioria dos concursos, como o Educa Mais Brasil exige Língua Portuguesa e Matemática. Se os seus conhecimentos básicos forem bons, vá direto aos itens do edital. Caso contrário é bom revisar essas matérias antes de qualquer coisa. Não dá para avançar nos estudos, principalmente os que envolvem operações matemáticas, sem ter uma boa base.

Lembre-se também de conferir todas as datas e fique atento a data da inscrição no Educa Mais Brasil e em outros concursos.